Alho

Quais os melhores temperos contra tumores?

18 de agosto de 2016
alho-696x463

Entre tantas opções, uma dupla se destaca quando o assunto é debelar o câncer

Com informações do site da revista Saúde

O alho, desde sempre respeitado como ingrediente medicinal, tem sido estudado com rigor, e já dá pra aconselhar sua escalação diária nas receitas. Segundo pesquisas recentes, seu componente mais estrelado, a alicina, tem o dom de estimular o sistema imune a exterminar células cancerosas. Esse poder foi confirmado na Universidade de Sydney, na Austrália, por pesquisadores que analisaram resultados de investigações com mais de 8 500 pessoas com câncer de estômago e 14 800 sem a doença. A equipe constatou que quem tinha o hábito de consumir alho contava com uma proteção maior contra esse tipo de tumor. Há ainda evidências de que o tempero agiria contra a divisão descontrolada de células nos pulmões e nas mamas. Um toque importante: os bulbos precisam ser picados ou amassados para liberar a alicina. E o ideal é que sejam ingeridos crus, porque o calor elimina boa parte de suas vantagens.

A pimenta é outro tempero bacana nesse sentido – só não pode abusar. No caso, o pulo do gato está na substância picante chamada capsaicina, capaz de provocar a autodestruição das unidades malignas na próstata. Tal efeito foi observado, ao menos, em estudos feitos em laboratório. Menos usada por aqui mas onipresente em pratos na Ásia – onde, por sinal, os índices de casos de câncer são mais baixos comparados com o resto do mundo –, a cúrcuma, ou açafrão-da-índia, tem apresentado bons resultados, em experimentos com animais, na contenção da doença no intestino, no estômago e na pele. Quer experimentar? A especiaria cor de ouro vai muito bem no preparo de arroz, sopa, molho de salada e peixes.